FANDOM


Síndrome de Guillain-BarréEditar

Editora: Janaira Crestani Lunkes
Colaboradores: Guilherme Piccinin Navarini, Jéssica de Andrade, Camila Noronha Hasse.
Editar

O que é?Editar

A síndrome de Guillain-Barré é uma doença auto-imune, ou seja, o sistema imunológico ataca e destrói tecidos saudáveis do corpo por engano, e no caso dessa síndrome, os neurônios são destruídos. A síndrome de Guillain-Barré também é conhecida como Polirradiculopatia Desmielinizante Inflamatória, sendo que, polirradiculopatia significa doença que afeta neurônios que saem da medula espinhal, desmielinizante, pois há perda de bainha de mielina, e inflamatória porque ocorre uma reação inflamatória devido ao ataque das células de defesa do organismo.Editar

O que é a Bainha de Mielina?Editar

A Bainha de Mielina é uma estrutura lipídica que reveste uma determinada região dos neurônios. Os neurônios são as estruturas funcionais do sistema nervoso e são formados por três regiões: dendrito, corpo celular e axônio e é somente esse último que é revestido por essa estrutura. A bainha de Mielina é muito importante, pois é devido a ela que um impulso nervoso pode ser conduzido com mais rapidez, visto que, ela possibilita também um menor gasto de energia para que ocorra essa condução. Na síndrome de Guillain-Barré há destruição da Bainha de Mielina dos nervos periféricos, resultando na dificuldade e demora na transmissão de informações.Editar

==
Síndrome Guillain-Barré-Imagen1

Desmielinização Fonte: http://www.mdsaude.com/2008/12/o-que-sndrome-de-guillain-barr.html

O que causa a destruição da Bainha de Mielina?==

Alguns vírus e bactérias possuem proteínas semelhantes aquelas que estão presentes na Bainha de Mielina. Os principais agentes envolvidos nas infecções são:o citomegalovírus, Campylobacter jejuni, Mycoplasma pneumoniae, Epstein-Barr, vírus da imunodeficiência e, ainda, vacinas com agentes atenuados ou mortos. Em alguns pacientes a síndrome pode ser desencadeada devido a um linfoma, câncer do sistema linfóide, lúpus eritematoso, uma doença auto-imune, ou intervenção cirúrgica. Quando o organismo começa a se defender desses patógenos, muitas vezes, pode acabar por destruir erroneamente a Bainha de Mielina, resultando assim na Síndrome.Editar

Síndrome Guillain-Barré-Imagen2

Deficiência na condução nervosa Fonte: http://4.bp.blogspot.com/-5KFm7vRcobs/T5WnpoHEWhI/AAAAAAAAALw/A73z9lAE3Tw/s1600/3.jpg

Todos os nervos são afetados?Editar

Não, na síndrome de Guillain-Barré os nervos acometidos são os nervos motores, responsáveis pelos movimentos, sem acometimento dos nervos sensitivos, os quais estão mais relacionados com a sensibilidade.Editar

Referências Bibliográficas:Editar

===PINHEIRO, Pedro. Síndrome de Guillain-Barré, Sintomas e Tratamento. 2012. Disponível em: http://www.mdsaude.com/2008/12/o-que-sndrome-de-guillain-barr.html. Acessado 13 nove 2012.

PINHEIRO, Pedro. Síndrome de Guillain-Barré, Sintomas e Tratamento. 2012. Disponível em: http://www.mdsaude.com/2008/12/o-que-sndrome-de-guillain-barr.html. Acessado 13 nove 2012.===

Tudo sobre Síndrome de Guillain-Barré. Disponível em: http://www.minhavida.com.br/saude/temas/sindrome-de-guillainbarre. Acessado 11 nove 2012.
Editar

VARELLA, Drauzio. Síndrome de Guillain-Barré. Disponível em:
http://drauziovarella.com.br/doencas-e-sintomas/sindrome-de-guillain-barre/. Acessado dia 13 nove 2012.
Editar

Síndrome de Guillain-Barré. Portaria SAS/MS no 497, de 23 de dezembro de 2009. Disponível em: http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/pcdt_sindrome_guillain_barre_livro_2010.pdf. Acessado 14 nove 2012.
Editar

MELDAU, Débora Carvalho. Líquido Cefalorraquidiano. Disponível em: http://www.infoescola.com/sistema-nervoso/liquido-cefalorraquidiano/. Acessado 13 nove 2012Editar